Sobre 2017-08-08T21:40:05+00:00

A Casa de Cultura

Forró, Chorinho, Samba, Jazz… A Casa de Cultura é sinônimo de boa música ao vivo!

A Casa de Cultura é uma aconchegante casa de shows em Belo Horizonte que tem sido, desde 2002, ponto de encontro de muitos artistas renomados nacionalmente e nomes novos da cena local, ou simplesmente de fãs de boa música como um todo e pessoas ávidas por uma boa conversa regada a deliciosos petiscos, drinks e cerveja gelada.

Situada no tradicional bairro belorizontino Sta. Efigênia, a apenas alguns metros da Av. Contorno e próxima também da região da Savassi e Centro, A CASA (como é conhecida em Belo Horizonte) possui localização privilegiada e conveniente, sendo também um estabelecimento noturno sempre com preços extremamente acessíveis a todos…

Pessoas de todas as partes do país e do mundo já passaram n´A Casa; e sua audiência local (de todas as raças, cores e credos) é bastante fiel e seus clientes comparecem frequentemente em diversos dias da semana para os mais variados shows. Um público diverso, de gente acolhedora, animada e inteligente, e sempre disposta a uma boa prosa.

O tradicional forró de segunda-feira, sempre com bandas ao vivo, agita o pequeno salão com centenas de forrozeiros, e seu chorinho e samba da quinta-feira é referência de alta qualidade musical na cidade. Outros ritmos como blues, rock, pop e sons variados seja por Dj´s ou grupos, fazem as noites dos finais de semana ferverem na capital mineira!

Diversão garantida para todos os gostos… Nos encontramos n´A Casa´!

A Casa de Cultura is a small, warm and cozy live music house in the city of Belo Horizonte which has been since 2002 a sort of a meeting point to many locally and nationally renowned artists, as well as ordinary fans of good music as a whole: in other words, people eager for good music, a nice conversation and fun accompanied by delicious snacks, drinks and cold beer.

Situated at a very traditional and easily accessible neighbourhood (namely Sta. Efigênia), just a few steps away from our most famous avenue (Av. Contorno) and also close to Savassi and Centro (downtown) A CASA (as it is known in the city) stands for its prime location and great entertainment at very reasonable prices to everyone…

People from everywhere (both foreigners and Brazilians) have passed by ´A Casa´, and its local customers (of all races, colors and creeds) are very loyal ones – some of them are used to attend different shows in a week. A diverse audience, very welcoming, lively and smart, and always willing to get to know new folks and make new friendships.

The traditional “forró” on mondays, always animated by live bands, stirs up our little dance floor with hundreds of dancers and the instrumental music which takes place on thursdays is a reference of top-notch music in town. Other music genres such as samba, rock, and varied sounds brought round by Djs and groups arouse the weekend nights of the capital of Minas Gerais!

Guaranteed fun for every taste… “A Casa”: Let´s get together over here!

História d´A Casa (Por Fernando Evangelista – Fundador)

A Casa foi inaugurada em novembro de 2002 para ser inicialmente um café e livraria. Três meses após ter começado a trabalhar com música ao vivo, conhecemos o Fernando Muzzi, que foi o primeiro músico a tocar na casa. Com ele vieram vários outros músicos, como Andrea Amendoeira, Sergio Moreira, Sergio Marques, Enio Flavio, Disa Franco, Clovis Aguiar, Dado Prates, entre tantos. Surgiu então o Chorinho aos domingos com o piolho de cobra, e logo após o forró às segundas, e então o samba na terça com Mestre Jonas, Dudu Nicasso, Miguel Dos Anjos e Nego Veio. Lá foram criados os projetos Samba do Compositor e Samba da Madrugada, aonde eu conheci o Thiago Delegado que na época estava começando. Daí foi criado o Delegascia, com ele vieram toda esta turma, Gustavo Magua, Aline Calixto, Mariana Nunes, Flavio Renegado, Sergio Perere, Também passaram pela casa Beto Lopes, Esdras Nenen, Eneas Xavier e Afonsinho. Tive a honra de receber Paulinho Pedra Azul, Beto Guedes, Milton Nascimento, Hermeto Pascoal, Gabi Amaranto, João Donato e Leila Pinheiro.

A Casa funcionou para ensaio e ainda fez também almoço e camarim para vários músicos como Walter Alfaiate, Moacir Luz, Jair Rodrigues e Dona Ivone. Também participou e apoiou os projetos Al love jazz, festival de jazz, Choro Livre, Do Morro ao asfalto de Belo Horizonte.

Recentemente participou do Documentário Simplicidade, do violinista de 92 anos Mozart.

A Casa atualmente trabalha com os projetos fixos, Forró ao vivo na segunda, o DelegasCia na quinta. Realizamos também muitas festas e eventos variados, assim como alugamos nosso espaço para festas particulares.

Atualmente conhecida como A Casa de Cultura… O imóvel foi construído em 1928.

Sejam todos muito bem-vindos!

Fernando Evangelista